Escritório
Três gerações de arquitetos-urbanistas nos juntamos para cooperar uns com os outros, e, principalmente, colaborar para a melhoria da qualidade do ambiente construído Brasil adentro, mundo afora.

Para isso nos dedicamos à produção de encontros, de ideias, de planos, projetos, de objetos, de arquiteturas, de urbanismos.

O que nos une é um otimismo operativo, cooperativo.

img5
foto_02
img2
img3

Otimismo, pois nos posicionamos a partir de uma atitude otimista, aberta e lúdica de enfocar a realidade de maneira positiva, entendendo que o mundo é um mundo cheio de possibilidades e que os problemas são desafios que nos provocam a pensar e produzir formas inovadoras de ocupação dos territórios.

E cooperativo, – o otimismo-, pois, a partir das conjunturas, sejam elas boas ou más, queremos tirar proveito e produzir resultados que potencializam as preexistências e o contexto. Possibilidades latentes nas pré-existencias humanas e materiais, iluminando com olhar transformador o que foi construído historicamente em cada lugar. Tradição-inovação-tradição-inovação….

Nossa produção se dá no sentido de criar mecanismos que revertam as tendências herdadas do modo de produção precedente, como nos provoca o geógrafo Milton Santos. Tendencias herdadas que fizeram o planeta estar como está: insustentável!

Para isso apostamos no trabalho coletivo, colaborativo e na inter e transdisciplinaridade. Queremos tirar proveito de distintos modos de ver o mundo e também difundir entre os não arquitetos-urbanistas metodologias de projeto e intervenção no território. Queremos acionar uma vontade ativadora e renovadora não só da própria disciplina arquitetônica, mas da realidade social, cultural , ambiental, econômica e produtiva. Para isso há que se misturar muitos saberes e fazeres, conectados por uma vontade renovadora. E, a partir disso, repensarmos, reprojetarmos e reconstruirmos nossas “cavernas” de modo a que elas, para alem de nos proteger das intempéries, sejam espaços de intercambio, aprendizagem e convivência. Um entorno para inter-atuar superando a velha máquina de habitar. Um entorno digno, estimulante, mutante, flexível, surpreendente, expressivo. Uma arquitetura capaz de celebrar e orquestrar a reativação dos sentidos e da diversidade.

Com este largo horizonte, atuamos explorando varias linguagens e metodologias. Palavras faladas e escritas, rodas de conversa com gente de toda idade, desenvolvendo projetos e construindo coisas pequenas e grandes, da cadeira à praça, passando pela casa, pela escola, pelo centro cultural, pela fábrica. Juntando teoria e prática, pensar e fazer.

Para isso atuamos no mundo acadêmico, nas corporações, nas políticas publicas e nas comunidades, num ir-e-vir entre tradição e inovação, reconhecendo e fortalecendo raízes e, ao mesmo tempo, alargando asas.

É para lá que estamos indo.

Equipe
Frederico Zanelato

FREDERICO ZANELATO

Sócio – Diretor | Fundador

Nasceu em Ribeirão Preto – SP em 1972, durante a infância estudou desenho, pintura e escultura na Casa da Cultura Cândido Portinari. Na adolescência fez teatro, desenho publicitário e desenho arquitetônico na escola Bauhaus.

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Braz Cubas, cursou o Mestrado Profissional no IPT, Instituto de pesquisas tecnológicas do estado de São Paulo onde iniciou sua pesquisa em sustentabilidade, economia e desenho contemporâneo.

Professor de Projeto Arquitetônico e Desenho na Universidade Braz Cubas entre 2000 e 2005, participa ativamente da esfera acadêmica ministrando palestras e workshops pelas escolas de arquitetura no Brasil.

Desenvolve projetos de Arquitetura e Urbanismo em diversas escalas, sempre atento a soluções inovadoras e atuais a serviço do homem dos dias de hoje.

Teve diversos projetos e obras premiadas, destacando-se IV, V, VII e IX Prêmio Jovens Arquitetos IAB/SP (Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo) – 1999, 2000, 2005 e 2009, Premiação IAB/SP (Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo) – 2004, 2006, 2008 e 2010, O Melhor da Arquitetura 2009 “Arquitetura & Construção” (editora abril), 1º Lugar pelo portfólio categoria obras construídas – Prêmio Bim.Bon de Arquitetura e Prêmio ASBEA (Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura) – 2014.

Entre as publicações valem mencionar as da revista “Arquitetura & Construção” (editora abril) do qual diversas vezes teve seus trabalhos publicados, sendo dois destes capa, a da revista americana “dwell” que publicou uma de suas casas, as da Revista “Projeto e Design” (editora Arco) que publicou alguns dos prêmios que recebeu, e a citação da “Revista AU” em 2010 (editora pini) como um dos 25 jovens arquitetos que em 2035 terão um trabalho representativo da arquitetura brasileira.

SERGIO FARAULO

Sócio – Diretor | Fundador

Nasceu no Rio de Janeiro – RJ em 1983, apaixonado pelas mais diversas formas de expressão artística escolheu a arquitetura e urbanismo como ocupação, graduou-se pela Universidade Braz Cubas em 2005 e desde então dedicou-se a trabalhar na área de concepção, desenvolvimento e coordenação de projetos de edifícios residenciais, comerciais, institucionais, habitação de interesse social, urbanização, regularização fundiária de assentamentos precários e paisagismo atentando sempre para as questões relacionadas à funcionalidade, custo, tecnologia dos materiais e sustentabilidade.

Entre os escritórios de arquitetura e urbanismo que colaborou destacam-se a Boldarini Arquitetos Associados, Vigliecca &Associados, Arquitetos Urbanistas S/S Ltda e Cenários Pedagógicos, entre as empresas públicas a Dersa – Desenvolvimento Rodoviário S.A. e a CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo.

Alguns dos projetos que participou foram expostos, premiados e publicados dentro e fora do país. Os de maior reconhecimento foram o Residencial Alexandre Mackenzie em Nova Jaguaré – SP, Parque Cantinho do Céu no Grajaú – SP, Edifício Multiuso no Grotinho em Paraisópolis – SP, Área de Lazer (Setor 3) na Favela Nova Jaguaré – SP, Urbanização da Favela Boa Esperança/Jardim Guarani na Brasilândia-SP, Residencial Parque Novo Santo Amaro V – SP, Estádio Castelão em Fortaleza – CE para a Copa de 2014, Parque Linear da Comunidade São Francisco-SP, Urbanização das Favelas da Cota 95-100 e Cota 200 na Serra do Mar em Cubatão-SP e a Orla da Praia de Maricá-RJ.

Entre os prêmios que recebeu sobressaem o AsBEA (Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura – Nacional) Prêmio na Modalidade Novos Talentos, Edifícios de Serviços – 2016, Prêmio W Design Award (Ministério da Cultura, Instituto São Paulo de Arte e Cultura, Faap.) – Destaque na Categoria Edifícios Públicos – 2014, Bienal Panamericana de Quito-Equador dos anos de 2010 e 2012, a 9º Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo do ano de 2011, O Melhor da Arquitetura de 2010 e 2012 promovido pela revista “Arquitetura & Construção” (editora abril) e a Premiação IAB/SP (Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento São Paulo)  de 2008 e 2010 respectivamente.

COLABORADORES

Beatriz Goulart (Conselheira | Co-fundadora), Luane Ribeiro, Júlia Carolina Soares, José Pedro Palhares, Ariel Castrezano, Joaquim Miranda, Aline Araújo, Gabriel Rogatis, João Mendes, Tamie Deno, Camila Monteiro, Barbara Macedo,  Luiz Felipe Tavares, Amanda Alde, Milena Mendes, Bruna Ronconi e Cassio Riman.